Centro Socioeducativo

Materiais de aprendizagem do Centro Socioeducativo

Assegurar a escolarização dos alunos abrangidos por medidas de suporte à aprendizagem e inclusão, encaminhados nos termos da Portaria nº 1102/97, de 3 de Novembro, e idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos, nos termos previstos no Decreto-Lei nº 176/2012. Temos, atualmente Acordo de Cooperação para 11 alunos com a D.G.E.S.T.

No âmbito do Decreto-Lei n.º 54/2018, o Centro Socioeducativo assegura a escolarização de alunos abrangidos por medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão e que, nos termos da Portaria n.º1102/97, de 3 de Novembro, apresentam condições individuais de deficiência que requeiram, de acordo com a avaliação psicopedagógica, adaptações significativas e em grau extremo em área do currículo comum. Atualmente, o Acordo de Cooperação celebrado com a DGEstE, abrange 11 alunos. Nos termos previstos no Decreto-Lei n.º 176/2012, podem frequentar este estabelecimento de educação especial, alunos com idades compreendidas entre os 6 e os 18 anos.

Coordenador: Gonçalo Cordeiro
Email: appacdm.santarem.socioeducativo@gmail.com
Telefone: 243767050

Objetivos:

  • Desenvolver competências escolares previstas no Programa Educativo Individual, em que se identificam as medidas de suporte à aprendizagem que promovam o acesso e a participação em contextos inclusivos, visando a preparação para a vida pós-escolar ou profissional;
  • Identificar e avaliar as Necessidades de Saúde Especiais (NSE), que resultam dos problemas de saúde física e mental que tenham impacto na funcionalidade, produzam limitações acentuadas em qualquer órgão ou sistema, impliquem irregularidade na frequência escolar e possam comprometer o processo de aprendizagem;
  • Elaborar um Plano de saúde individual, concebido pela equipa multidisciplinar e pelos médicos ou terapeutas de cada criança ou jovem com NSE. Este Plano integra os resultados da avaliação das condições de saúde na funcionalidade e identifica as medidas de saúde a implementar, visando melhorar o processo de aprendizagem;
  • Desenvolver o Plano Individual de Transição, três anos antes da idade limite da escolaridade obrigatória, para cada jovem que frequenta a escolaridade com adaptações significativas, desenhado de acordo com os interesses, competências e expectativas do aluno e da sua família, com vista a facilitar a transição para a vida pós-escolar e que complementa o programa educativo individual;
  • Desenvolver a autonomia pessoal e social nas áreas de higiene pessoal, alimentação, vestuário, atividades básicas da vida diária e os diferentes aspetos da comunicação;
  • Promover o conhecimento e a inserção no meio envolvente, estimular as capacidades sensoriais, cognitivas e motoras, promover a integração social;
  • Facilitar a adaptação a normas e modelar atitudes e comportamentos.

Atividades de Apoio Curricular:

  • Psicologia;
  • Psicomotricidade;
  • Terapia da Fala;
  • Fisioterapia;
  • Equitação terapêutica/Hipoterapia;
  • Snoezelen;
  • Terapia Ocupacional;
  • Atividades Aquáticas (Hidroterapia, Hidromassagem, Natação, Adaptação ao Meio Aquático);
  • Educação Física (Atividade Motora Adaptada, Modalidades Desportivas);
  • Musicoterapia;
  • Dança;
  • Teatro;
  • Doçaria;
  • Têxteis e Tecelagem;
  • Atividades da Vida Diária;
  • Atividades de Desenvolvimento Pessoal e Social.

Atividades Curriculares:

  • Treino de autonomia e competências sociais/comunicação;
  • Iniciação escolar;
  • Escolaridade;
  • Expressão plástica;
  • Expressão físico-motora.

Atividades Lúdicas e de Socialização:

  • Teatro;
  • Dança;
  • Encontros Desportivos;
  • Visitas de Estudo;
  • Colónia de Férias;
  • Atividades Livres;
  • Dias Especiais e Comemorativos.

Última Alteração: 05/02/2021

Logotipo da República Portuguesa: Educação
Logotipo da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares
Co-financiado por:Logotipo Instituto Nacional de Reabilitação